22mai
2015
0
asddasa

A história da Ypióca

Empregada com sucesso na preparação de drinques variados no Brasil e em vários países, ou apenas degustada pura, a tradicional cachaça YPIÒCA se transformou em uma verdadeira “Paixão Brasileira”, como diz seu slogan, e conquistou consumidores pelos quatro cantos do mundo. Segundo a própria empresa o nome Ypióca vem do Tupi-Guarani e significa “terra roxa”, uma alusão ao tipo de terra que é extremamente fértil e propícia para o cultivo da cana-de-açúcar.

A empresa surgiu com a vinda de Dario Telles de Menezes de Portugal em 1843. Ele e sua família desembarcaram no Ceará e logo adquiriram uma propriedade a 38 km da capital e a 6 km da Vila de Maranguape, entre a serra da Aratanha e a de Maranguape, local conhecido pelo nome de Ypióca.

Os primeiros cultivos estavam dando prejuízo e Dario Telles de Menezes resolveu produzir cachaça, já que havia trazido de Portugal um pequeno alambique com a capacidade de produção de 30 litros por dia. Inicialmente, em 1844, foi preparado, utilizando-se apenas enxada, um hectare para o plantio da cana. Em 1846 foi destilado o primeiro litro de cachaça Ypióca.

 

Disponível na Cantina do Zuza:

YPIÓCA OURO: Aguardente standard envelhecida 1 ano em tonéis de bálsamo.

Compartilhar:

Sem Comentários